• 0_0_0_Blog_TopoBannerWeb_Efinance2017_1170x300px.jpg
  • 0_0_pmkt_janeiro_1300x495px.jpg
  • 0_1_banner_revisa.jpg
  • 0_2_blog_facaparte.jpg

Jornal da Globo exibe matéria sobre instituições financeiras cooperativas

O Jornal da Globo exibiu ontem, 03/11, matéria sobre as vantagens oferecidas pelas cooperativas. O assunto também foi abordado pela comentarista de economia, Mara Luquet que destacou o crescimento do setor, aspectos sobre a governança e transparência, produtos e serviços oferecidos e principais características das cooperativas como a participação nas decisões, distribuição de sobras, juros reduzidos, entre outros.

Confira a matéria na íntegra (http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2014/11/conheca-melhor-cooperativas-de-credito-para-reduzir-custos-financeiros.html).

Banco Central levantará dados sobre associados às instituições financeiras cooperativas

Segundo a autarquia, o levantamento atende às demandas do Poder Judiciário, das CPI's e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras

O Banco Central divulgou ontem (11) resolução do Conselho Monetário Nacional determinando a coleta de informações sobre cooperados às instituições financeiras cooperativas. Serão reunidos dados sobre gênero, renda, idade e região de moradia.

Segundo o banco, o levantamento atende às demandas do Poder Judiciário, das comissões parlamentares de inquérito e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, que enfrentam dificuldades na obtenção das informações.

O objetivo é também melhorar o conhecimento sobre o setor e alimentar o Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional (CCS), que informa em quais instituições o cidadão mantém contas e aplicações. Atualmente, mais de 1.400 cooperativas atuam no Sistema Financeiro Nacional (SFN) e detém quase 3% dos ativos do sistema.

Fonte: Com informações da Agência Brasil.

10º Concred reúne cooperativistas do país em Manaus

Líderes cooperativistas de todo o país estiveram presentes ontem (10/9) na abertura do 10º Concred (Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito), em Manaus (AM). A solenidade reuniu representantes da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Sescoop, Sebrae, Banco Central do Brasil, Frencoop, Associação Brasileira de Bancos (ABBC), governo e parlamentares do estado.

O secretário Executivo do Banco Central do Brasil, Geraldo Magela, destacou o papel das instituições financeiras cooperativas no acesso a produtos e serviços às comunidades que ainda não estão integradas ao Sistema Financeiro Nacional. “As cooperativas de crédito auxiliam o Banco Central na missão de manter o poder de compra da moeda nacional e ajudam a atingir um sistema financeiro competitivo e mais inclusivo.”

A palestra Magna da noite foi ministrada por Andrew Savitz, reconhecido mundialmente como um líder em sustentabilidade, autor dos best-sellers The Triple Bottom Line, e Talent Transformation and the Triple Bottom Line, esse último considerado a maior referência em recursos humanos e sustentabilidade na atualidade.

Acompanhe a transmissão ao vivo do evento pela internet. Acesse: www.confebras.com.br/concred

Sobre o Concred

Realizado a cada dois anos, o Congresso, que acontece até amanhã (12/9), é realizado pela Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito (Confebrás) em parceria com o Sicoob Norte e este ano traz como tema central “Integração do Sistema Nacional de Crédito: O Melhor Caminho”.

Minuto Cooperativo: Cota Parte

No mundo cooperativo os associados são integrantes de uma sociedade formada para prestar serviços que atendam às suas necessidades. A obrigação do contrato societário é que haja, por parte dos cooperados, contribuição de bens ou serviços em proveito comum no campo de suas atividades econômicas.

Desta forma, cada associado possui a condição de dono da cooperativa em que está inserido. Por meio do capital empregado, o sócio se responsabiliza pelas operações da sociedade perante o mercado, tendo direito também a parte desta sociedade. Dai o termo cota parte. É a parte de um todo que cabe a cada um dos associados.

Resumindo, o sócio cooperado é dono da sociedade juntamente com seus pares, possui capital empregado e responsabilidade com relação a terceiros, celebra contrato societário e obriga-se a contribuir com bens e serviços, para o exercício de uma atividade de proveito comum. Ou seja, na estrutura cooperativista, o associado assume dupla qualidade, pois se torna, ao mesmo tempo, dono e tomador de serviços.

Fonte: Radar Bancoob
JoomShaper