Sicoob Credip entre as melhores empresas pelo segundo ano consecutivo

Pelo segundo ano consecutivo, a cooperativa Sicoob Credip está entre as 150 empresas do Guia Você S/A “AS MELHORES EMPRESAS PARA VOCÊ TRABALHAR”. O guia é uma vitrine para as empresas ampliarem sua visibilidade nacional frente ao setor em que atuam, aos parceiros em potencial e aos profissionais qualificados com maior facilidade. Mais do que isso, esta conquista afirma o quanto o ambiente da cooperativa é agradável aos seus colaboradores, uma vez que são estes que a elegeram entre as melhores.

A cooperativa foi constituída em 1996, com 53 cooperados e inaugurada em 1998. Atualmente, conta com mais de 13.500 cooperados que recebem atendimento em 21 pontos no estado de Rondônia. Além disso, a instituição faz parte do maior sistema de cooperativas de crédito do país, o que amplia o portfólio de produtos e serviços disponíveis para o cooperado.

O prêmio significa a solidez da cooperativa enquanto modelo organizacional e a união de esforços dos colaboradores que se mostram, a cada dia, mais empenhados e orgulhosos de sua empresa.

Projeto "A Arte de Reciclar" da Escola EMEB Arizona de Jacinto Machado tem apoio do Sicoob/SC Credija

Reutilizar o papel usado e transformá-lo em novas folhas de papel, capas de livros, caixas, cartões e tudo o que pode ser feito com o papel comum. Esse é o principal objetivo do projeto “A Arte de Reciclar” realizado pela Escola de Educação Básica Arizona de Jacinto Machado.  A escola é parceira do Sicoob/SC Credija no programa Cooperjovem. Todo o papel descartado na Credija, após picotado, vai para a reciclagem na escola.

O projeto surgiu há dois anos por uma necessidade, "devido à quantidade de papel usada pelos alunos ser muito grande e a reciclagem ser um processo simples e rápido, a alternativa de reaproveitá-lo tornou-se muito viável", explica a diretora da escola, Cristiani Mezzari Tonetto. A diretoria do Sicoob/SC Credija também despertou para essa ação, "nos últimos dois anos, estamos nos preocupando muito com a questão social e ambiental, estes dois fatores, junto com o econômico, é que dão a sustentabilidade para a cooperativa", ressalta o presidente do Sicoob/SC Credija, Wolni José Walter.

Todo o processo é feito por alunos e professores. Depois de picotado na Credija, o papel é levado para a escola, posto no molho e triturado em um liquidificador industrial. Em seguida, põe-se nas telas e coloca-se para secar. Depois de seco, retira-se das telas, repara-se as laterais e leva-se para o processo de confecção dos materiais.

O papel que antes iria para o lixo, agora retorna à sociedade, poluindo menos o meio ambiente e poupando muitas árvores. "A escola orgulha-se em poder reaproveitar o papel" destaca a diretora Cristiani. Esta também é a sensação dos colaboradores da Credija, neste sentido, a parceria entre escola e cooperativa é fundamental para o sucesso desta ação, "acima de tudo, este projeto estimula o trabalho em equipe através da cooperação entre professores, alunos e colaboradores da Credija na conscientização da preservação da natureza", finaliza o presidente Wolni.

Digitalização de documentos rende prêmio ambiental à Sicoob Blucredi

Durante a programação do 9ª Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito (Concred), realizado de 21 a 23 de agosto, a Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito (Confebrás) promoveu a 2ª edição do Prêmio Concred Verde. O prêmio é oferecido bienalmente com o objetivo de reconhecer boas práticas e fomentar ações para a adoção e gestão de atividades sociais e ambientais em benefício da comunidade.

O Sicoob Blucredi foi premiado no Concred Verde na categoria Responsabilidade Ambiental, em 2010, e nesta edição obteve a terceira colocação da categoria com o projeto DocNet: inovação com responsabilidade ambiental.

O DocNet é um sistema informatizado de gerenciamento dos dados cadastrais dos associados da Blucredi, que inova ao reduzir de forma significativa a execução de tarefas relacionadas ao processo de operações de crédito, registro e acesso aos dados cadastrais, ao mesmo tempo em que permite economia de recursos e insumos que geram impacto ambiental, como energia elétrica e papel. O DocNet abrange entre as suas funcionalidades a digitalização e o armazenamento dos arquivos digitalizados em bancos de dados. O sistema digitaliza todos os dados cadastrais impressos dos associados, organiza e facilita o gerenciamento e a localização de informações de forma rápida e fácil, por meio digital. Ou seja, o arquivo que era físico e ocupava, de forma crescente, muito espaço, traduzido em metros quadrados, passou a ser um arquivo digitalizado, localizado em um servidor, que não chega a ocupar um metro quadrado de área.

Para o presidente do Sicoob Blucredi, João Marcos Baron, o DocNet representa a preocupação que a Coperativa Blucredi tem com o meio ambiente e a busca permanente por processos mais sustentáveis, “ao encontro dos desafios impostos hoje às empresas, de fomentar a sustentabilidade econômica, social e ambiental”, destaca Baron.

Fonte: Sicoob Blucredi

Sicoob patrocina 8º festa do Café Conilon

Na noite do dia 3 de agosto, no auditório da Câmara de Vereadores de Itabela (BA), aconteceu a abertura da 8º festa do Café Conilon de Itabela, que ocorreu durante os dias 3, 4 e 5 de agosto. O evento é uma realização do Sindicato Rural de Itabela em parceria com a Prefeitura Municipal e contou com o patrocínio do Sicoob Costa do Descobrimento, cooperativa associada ao Sicoob Central BA.

A Festa do Café é consolidada como um dos mais importantes eventos da cafeicultura, pois oferece um espaço para a busca de novos conhecimentos, debate de ideias e ações, realização de negócios e consolidação do cultivo do café conilon como mola propulsora da economia do município, da região extremo sul e do estado da Bahia.

“O objetivo do Sindicato com a realização da festa é oferecer lazer, mas, também, conhecimento e soluções para que os produtores possam ampliar seus negócios com qualidade, fortalecendo o agronegócio do café e a economia do nosso município”, disse o presidente do Sindicato, Edinaldo Oliveira.

O evento é também uma importante contribuição para a inserção definitiva do município de Itabela no rol dos produtores de excelência em café conilon, e uma rara oportunidade para o balizamento de conhecimentos, o intercâmbio e disseminação de informações conjunturais e mercadológicas, além do planejamento adequado de ações para enfrentamento de questões ligadas ao agronegócio.

Fonte: Com informações do Sul Bahia News

Sicoob Central Cecremge dá boas-vindas aos novos Conselheiros de Administração e Fiscal

No dia 10 de agosto foi realizada na sede do Sicoob Central Cecremge, em Belo Horizonte (MG), a solenidade de posse dos novos conselheiros de Administração e Fiscal da entidade.

Dirigentes das filiadas, convidados e autoridades do cooperativismo nacional, como o presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Ernesto Scucato, e o presidente do Conselho de Administração do Bancoob, Ciro José Buldrini Filogônio, prestigiaram o evento.

O diretor-presidente do Sicoob Central Cecremge, Luiz Gonzaga Viana Lage, fez a abertura oficial evento. Em seu discurso, agradeceu o empenho e dedicação dos conselheiros de administração e fiscais da gestão anterior e deu as boas-vindas aos novos membros. “O que nos reúne aqui é algo simples e de muita responsabilidade. Temos uma missão que é contribuir, cada dia mais, para o crescimento do cooperativismo. E, desde já, recomendamos que tragam à mesa discussões e, antes de mais nada, temas sistêmicos e de interesse de todo o quadro social”, afirmou Luiz Gonzaga.

O diretor-presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, foi um dos convidados a compor a mesa diretiva e manifestou sua admiração pelo trabalho do Sicoob Central Cecremge. “Esta Central é referência para o cooperativismo de crédito mineiro e sinônimo de que nosso sucesso depende da participação humana. Para vocês, que agora entram para este Conselho, desejo sucesso e sabedoria. Tenho certeza que crescerão ainda mais nessa nova fase de suas vidas”, ressaltou. 

Os novos membros dos Conselhos de Administração e Fiscal receberam as boas-vindas da Central, sendo presenteados com uma jóia no formato do ícone do Sicoob, para ser usado como um pin.

O novo Conselho de Administração do Sicoob Central Cecremge é composto por Carla Maria Generoso, diretora-presidente do Sicoob Credicenm; César Augusto Mattos, diretor-presidente do Sicoob Coopemata; Charles Drake Guimarães Gonçalves, diretor-presidente do Sicoob Creditril; Cristiano Félix Silva, diretor-presidente do Sicoob Cofal; Darcy da Silva Neiva Filho, diretor-presidente do Sicoob Crediparnor; Hélio Alves de Rezende, diretor-presidente do Sicoob Copermec; Jacson Guerra Araújo, diretor-presidente do Sicoob Credimepi; Nelson Soares de Melo, diretor-presidente do Sicoob Credialto; Ronaldo Siqueira Santos, diretor-presidente do Sicoob Credicopa; e Urias Geraldo de Sousa, diretor-presidente do Sicoob Divicred.

Na ocasião também foram empossados os conselheiros de administração que passam a integrar a diretoria do Sicoob Central Cecremge. Ocupando o cargo de diretor-presidente, Luiz Gonzaga Viana Lage, diretor-presidente do Sicoob Vale do Aço; de vice presidente, Ramiro Rodrigues Ávila Júnior, diretor-presidente do Sicoob Aracoop; o de diretor de Supervisão e Normas, Alfredo Alves de Oliveira Melo, diretor-presidente do Sicoob Nossacoop; o de diretor Administrativo e de RH, Márcio Olívio Villefort, diretor-presidente do Sicoob Centro Oeste; e o de diretor Financeiro e de Negócios, Samuel Flam, diretor-presidente do Sicoob Credicom.

O novo Conselho Fiscal do Sicoob Central Cecremge é composto por Antônio de Ávila e Silva, diretor-presidente da Coopsef; João Carlos Leite, diretor-presidente do Sicoob Saromcredi; Osmano Diniz França, diretor-presidente do Sicoob Ascicred; Pedro-Waldo Fernandes de Cunha, diretor Financeiro do Sicoob Crediserv; Rui Rezende Souza, diretor-presidente do Sicoob Sertão Minas; e Zélia Maria Alves Rabelo, diretora-presidente do Sicoob Cosmipa.

Os membros dos conselhos de administração e fiscal foram eleitos pelos representantes das cooperativas filiadas à central durante Assembleia Geral Ordinária, realizada em abril deste ano e irão atuar até 2016 e 2014, respectivamente.

A solenidade de posse foi encerrada com uma menção honrosa aos ex-conselheiros de Administração e Fiscal, onde foi destacada a participação de cada um deles no resultado positivo da Central. Em seguida, foi oferecido um coquetel que reuniu as lideranças cooperativistas para confraternização.

Cooperativas de crédito do DF apresentam crescimento de 20%

As cooperativas de crédito do Distrito Federal, de acordo com dados divulgados pelo Sicoob Central DF, apresentaram crescimento superior a 20% nas sobras no primeiro semestre de 2012 – as sobras são o equivalente ao lucro dos bancos. O DF tem 15 cooperativas de crédito singulares, que reúnem 145 mil pessoas e cujos ativos chegam a R$1,5 bilhão. A carteira de crédito é de R$1,1 bilhão, os depósitos ultrapassam R$1 bilhão e o patrimônio líquido chega a R$ 420 milhões.

O presidente do Sicoob Central DF, José Alves Sena, explica que o crescimento exponencial se deve à confiança que o associado tem na instituição. “O cooperado também é dono da cooperativa, que, por sua vez, investe no relacionamento e conhece seu cooperado. Essa confiança mútua é o diferencial, principalmente em grandes crises financeiras. Esse é um fator que observamos em todo o mundo. Na Alemanha, por exemplo, as cooperativas de crédito têm experimentado o dobro do crescimento registrado pelas demais instituições do mercado.”

Em sua maioria, o perfil das cooperativas do DF é de servidores públicos federais e distritais. Somente a Cooperforte, cooperativa de crédito de funcionários de instituições financeiras estatais, como Caixa Econômica e Banco do Brasil, por exemplo, responde por 130 mil cooperados. Há também cooperativas de pequenos e médios empresários e uma cooperativa de crédito rural.

O microempresário de Samambaia, Roberto Carlos dos Reis, associado há oito anos do Sicoob Empresarial, uma cooperativa de crédito de empresários, conta que teve o suporte da cooperativa, por meio de crédito mais barato e menos burocrático e também consultoria, para expandir seus negócios no ramo de distribuição de alimentos.

Passou de dois para 12 empregados, e hoje atende não só os supermercados de Samambaia, como de todo o Distrito Federal e entorno. “O apoio a todo o meu crescimento veio da cooperativa, que atua com transparência e rapidez. Minha vida mudou neste tempo em que sou cooperado. As cooperativas de crédito se destacam pelas taxas mais acessíveis, pelo atendimento ao cooperado, pela facilidade em negociar e pela cautela com que tratam o dinheiro dos associados”, afirma.

JoomShaper