O Sicoob Espírito Santo realizou o 15º Encontro de Dirigentes e Empregados nos dias 23 e 24 últimos. Cerca de 1.100 profissionais participaram do evento, que acontece anualmente, e que este ano teve como tema “Somos o futuro que queremos”. Um dos destaques foi a participação do mestre em administração Gustavo Cerbasi, autor de sucessos como “Casais inteligentes enriquecem juntos”.

Entre dicas para alcançar a independência financeira, o administrador destacou a importância das cooperativas de crédito. “As cooperativas praticam juros mais baixos do que os bancos e aplicações mais rentáveis do que o mercado em geral. É importante que os brasileiros conheçam essas instituições que, além de terem menor custo, dividem o lucro com os clientes”, afirmou Cerbasi.

Crescimento

De acordo com o presidente do Sicoob ES, Bento Venturim, esse tipo de encontro é fundamental não só para capacitar a equipe, mas também para mantê-la unida e em harmonia. “O objetivo principal do evento é alinhar os princípios e valores da instituição para que a cooperativa cresça de forma sustentável. Há uma competitividade crescente no mercado, e nosso desafio é ampliar a abrangência do Sicoob com o menor custo possível”, disse.

Para Venturim, esses 15 anos de Encontrão são um importante retrato da evolução da instituição financeira. “Na primeira edição éramos 126 participantes, e neste estavam presentes mais de mil pessoas, todas dedicadas a construir uma empresa cada vez melhor”, lembrou.

Palestras

Participaram do 15º Encontrão profissionais de destaque em suas áreas. O primeiro a se apresentar foi o administrador Erick Penna, selecionado entre os 25 Gigantes da Motivação no Brasil pela editora Landscape na obra Gigantes.

Ainda no primeiro dia, o presidente do Bancoob, Marco Aurélio Borges de Almada Abreu, falou sobre as perspectivas para o próximo ano e o humorista Diogo Portugal divertiu os presentes com um show de stand-up comedy.

Quem encerrou o evento foi o médico, psiquiatra, psicoterapeuta e escritor Augusto Cury, considerado pelo jornal Folha de São Paulo e pelas revistas Veja e Isto é o autor brasileiro mais lido da década, com cerca de 20 milhões de exemplares vendidos somente no País. 

Fonte: Vera Caser Comunicação

JoomShaper