O presidente do Sicoob SC/RS, Rui Schneider da Silva, publicou quarta-feira, dia 8 de janeiro, um artigo na página de Opinião do Diário Catarinense, onde faz um análise da importância do modelo de negócio proporcionado pelo cooperativismo, no Brasil e no mundo. “O futuro da humanidade passa pela cooperação e pelos princípios do cooperativismo”, acentuou. Leia, a seguir, a íntegra do artigo.

O modelo econômico internacional, altamente concentrador de renda e excludente, não se apresenta como uma boa alternativa para o século 21. O futuro da humanidade passa pela cooperação e pelos princípios do cooperativismo. O número de pessoas ligadas a cooperativas em todo o mundo chega a 1 bilhão, bem acima do número de acionistas de empresas com capital, estimado em 328 milhões.

No Brasil e no mundo, as cooperativas de crédito são uma ótima alternativa aos bancos e a outras instituições financeiras. Atualmente, a rede de atendimento das cooperativas é a segunda maior do Brasil e representa 18% do total das agências bancárias – em Santa Catarina chega a 40%. Somadas, as cooperativas de crédito brasileiras ocupam a sexta posição no ranking em volume de ativos.

O Sicoob, líder nacional e no Estado, possui agências em 75% dos municípios catarinenses e pontos de atendimento no Paraná e Rio Grande do Sul. Os ativos totais somaram R$ 5,1 bilhões no primeiro semestre de 2013 – crescimento de 13,4% em relação a dezembro de 2012.

O cooperativismo de crédito tem praticamente os mesmos serviços e produtos de um banco ou instituição financeira, mas possui uma filosofia e um modelo de gestão muito mais favorável aos seus clientes, que são sócios e donos da cooperativa. O lucro, que nas cooperativas é denominado “sobra”, é distribuído aos associados, conforme decisão em assembleia anual, onde cada sócio tem direito a um voto.

É um sistema democrático, transparente e solidário, que investe tudo que arrecada nas comunidades onde atua e, com isso, impulsiona o desenvolvimento individual e coletivo, e combate a exclusão social e a concentração de renda.

Fonte: Sicoob Central SC – Assessoria de Imprensa.

JoomShaper