• 0_0_0_Blog_TopoBannerWeb_Efinance2017_1170x300px.jpg
  • 0_0_pmkt_janeiro_1300x495px.jpg
  • 0_1_banner_revisa.jpg
  • 0_2_blog_facaparte.jpg

Sempre que um ano novo começa diversas despesas já estão prontas para serem cobradas: Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), licenciamento de veículos, despesas com o material escolar e matrículas.

Organizar o orçamento não é uma tarefa fácil, exige disciplina e acompanhamento. Há diversas ferramentas eletrônicas disponíveis na internet para quem não consegue se organizar sozinho. A Febraban, por exemplo, oferece gratuitamente uma ferramenta de controle financeira: o Jimbo, que está disponível em duas versões, em desktops ou aplicativo para o celular. O software está disponível para download no site Meu bolso em dia, uma iniciativa da própria Febraban. O link direto para download do software está aqui.

Após o cadastro das despesas fixas e extras - quando elas ocorrem, o Jimbo apresenta o planejamento financeiro dos próximos meses e o usuário consegue controlar as despesas fixas, receber alertas sobre a data de pagamento das contas, verificar a situação financeira dos próximos meses, além de ser avisado se está endividado ou se é poupador.

Depois de organizar o orçamento, é importante fazer uma lista dos projetos para 2015. Independente do projeto escolhido todos estão ligados à situação financeira. Por isso é importante um planejamento de poupança, levando em consideração o custo do que se quer conquistar e o tempo necessário para alcançar essa meta.

Confira 10 dicas para uma vida financeira mais saudável:

  1. Controle o orçamento;
  2. Acompanhe diariamente ou semanalmente os gastos;
  3. Ao contratar um crédito procure o mais adequado para sua situação;
  4. Não use o cheque especial e o cartão de crédito como extensão do salário;
  5. Evite pagar o mínimo da fatura do cartão de crédito (rotativo);
  6. Reduza os gastos supérfluos;
  7. Tenha sempre um projeto de vida que acompanhe uma meta financeira;
  8. Tenha uma poupança de emergência (de 3 a 12 salários);
  9. Faça um planejamento financeiro pensando na aposentadoria;
  10. Equilibre as despesas e esteja sempre com o saldo positivo.
Fonte: Com informações da Febraban.
JoomShaper