• 0_0_0_Blog_TopoBannerWeb_Efinance2017_1170x300px.jpg
  • 0_0_pmkt_janeiro_1300x495px.jpg
  • 0_1_banner_revisa.jpg
  • 0_2_blog_facaparte.jpg

Pesquisa mostra atuação de cooperativas de crédito

A Atuação das Cooperativas de Crédito no Brasil no Atendimento às Micro Pequenas Empresas (MPE) é o título da pesquisa produzida pelo Sebrae, com apoio do Banco Central e da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB). O documento foi divulgado no dia 21 de agosto, durante o 3º Fórum Nacional sobre Cooperativas de Crédito de Micro e Pequenos Empresários e Empreendedores. O encontro aconteceu no Centro de Eventos de Nova Petrópolis (RS).

"As conclusões são importantes para subsidiar as ações, estratégias e parcerias. Estamos empenhados em facilitar o acesso ao crédito, um dos maiores obstáculos ao crescimento dos pequenos negócios", diz o diretor-técnico do Sebrae, Carlos Alberto dos Santos. "Ao participarem dessas organizações, micro e pequenas empresas têm a possibilidade de acesso ao crédito de forma rápida, menos burocrática e a um custo menor", pondera o diretor.

Como destaque, a pesquisa traz informações sobre o perfil das cooperativas de crédito e das MPE atendidas. O material também informa como se dá a relação entre as cooperativas e o Sebrae, instituição de apoio às MPE, por meio de capacitações e consultorias. O Sebrae realiza ainda grandes eventos na área, em parceria com organizações como o Banco Central e a OCB.

A pesquisa ouviu 47% das cooperativas brasileiras que atuam com micro e pequenas empresas. Cada uma delas atende cerca de 7,6 mil associados – dois terços desse total constituem potenciais clientes do Sebrae, pois agrupam, além de MPE, empreendedores individuais (EI), produtores rurais e profissionais liberais.

De acordo com as informações das cooperativas ao levantamento, 25% dos empresários contratam empréstimos como pessoa física, mas utilizam os recursos nos seus empreendimentos. No que diz respeito aos créditos contratados pelas MPE, o valor médio fica em R$ 22.855, com um prazo, na maioria, de até 12 meses. Conforme o documento, cerca de 50% dos serviços contratados pelas micro e pequenas empresas se referem a crédito, com taxas médias de juros mensais entre 1% e 6%.

As cooperativas ouvidas sugeriram ainda parcerias com o Sebrae. Uma em cada quatro delas já realiza algum tipo de colaboração com a instituição de apoio às MPE. Sobre a estrutura das cooperativas de crédito, a pesquisa revela que 46% dos recursos usados por essas instituições são próprios. As entidades participantes do levantamento responderam que desejam ampliar o atendimento às MPE e afirmaram que atendem os pequenos negócios de forma diferenciada, com pouca burocracia e taxas de juros mais competitivas.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

9º Concred é concluído e aponta alternativas para fortalecer o cooperativismo de crédito

Após três dias de debates, aprendizados e troca de experiências, a nona edição do Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito foi concluída na quinta-feira passada, 23 de agosto. O último dia de atividades contemplou a apresentação de duas palestras e dois paineis temáticos, que abordaram assuntos relacionados a gestão, inovação, e diretrizes estratégicas para o fortalecimento do cooperativismo de crédito.

De acordo com o presidente da Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito (Confebras), Rui Schneider da Silva, o Concred é uma oportunidade para reafirmar os princípios, a missão e os benefícios do cooperativismo de crédito. "Aproveitamos o gancho de 2012, declarado pela ONU como Ano Internacional das Cooperativas, para mostrar as vantagens que as cooperativas proporcionam aos seus associados, como análises de operações, crédito orientado e proximidade com as pessoas", explicou.

Schneider também enaltece que o cooperativismo não é apenas números e resultados, mas convivência. Ele justificou o tema do evento afirmando que, através do trabalho desenvolvido, as cooperativas conseguem construir, literalmente, um mundo melhor.

Os debates, informações e opiniões apresentados durante o Concred refletem a realidade do cooperativismo de crédito, especialmente no Brasil, e apontam alternativas e projeções para o futuro do setor. De acordo com o gerente do Ramo Crédito da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Sílvio Giusti, mais uma vez a realização do Concred foi de significativa importância, conseguindo reunir os diferentes atores do cooperativismo de crédito. “Foram sinalizadas alternativas de caminhos e estratégias para o desenvolvimento e crescimento do segmento diante dos constantes desafios, com destaque para elevar, ainda, as ações e esforços convergentes para a integração sistêmica”, comentou o gestor.

O 9º Concred foi organizado pela Confebrás e ocorreu entre os dias 21 e 23 de agosto, em Nova Petrópolis (RS). A próxima edição do Congresso será em 2014, em Manaus, na Amazônia.

Fonte: OCB (Com informações - Assessoria Concred)

Concred: Acompanhe ao vivo a transmissão da abertura e das palestras

Se você não teve a oportunidade de participar do 9º Concred, confira ao vivo toda a programação do evento que acontece de hoje, 21 até 23 de agosto, em Nova Petrópolis (RS), pelo site http://www.confebras.com.br/concred/aovivo.

O 9º Concred é o maior e mais importante evento do Cooperativismo de Crédito nacional e este ano traz como tema central “As Cooperativas de Crédito Constroem um Mundo Melhor”. Estarão presentes dirigentes, técnicos, funcionários e associados de cooperativas de crédito, além de lideranças e representantes cooperativistas, pesquisadores, parlamentares, economistas, políticos e empresários.

O encontro contará com palestrantes renomados como Charles Gould, diretor Geral da ACI (Aliança Cooperativa Internacional) que realizará palestra magna, na noite de abertura abordando o tema “Como as Cooperativas de Crédito Constroem um Mundo Melhor“ ; Ramón Imperial Zuñiga, presidente da ACI Américas e também diretor Geral da Caja Popular Mexicana - 2ª maior cooperativa de crédito da América Latina, que falará sobre os desafios da gestão cooperativa, abordando o pilar econômico e social e a preocupação com a perpetuidade do empreendimento cooperativo; Walter Longo, conceituado palestrante que irá proferir palestra sobre Gestão e Inovação na realidade corporativa; e Sérgio Odilon dos Anjos, chefe do Departamento de Normas do Sistema Financeiro (Denor) do Banco Central do Brasil, que apresentará a repercussão dos Acordos de Basiléia I e II no Brasil e os novos impactos e desafios do Basil é ia III.

Serviço:

9º Congresso Brasileiro de Cooperativismo de Crédito (Concred)

Data: 21, 22 e 23 de agosto de 2012

Programação:

- Dia 21: Coletiva de imprensa 10h30. Abertura oficial 19h.

- Dia 22: Das 9h às 18h

- Dia 23: Das 8h30 às 16h30.

Sicoob participa do maior evento sobre cooperativismo de crédito do país

O Sicoob participará da 9ª edição do Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito (Concred). O evento vai levantar discussões sobre questões conjunturais que afetam o Sistema Cooperativo de Crédito, além de debater temas relacionados à política de juros, gestão de risco, governança cooperativa, sustentabilidade, tributação, prestação de novos produtos, serviços e obtenção de economias de escala. O congresso começa amanhã, dia 21 de agosto e segue até o dia 23 de agosto, em Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul.

Durante o evento, o Sicoob contará com um estande que será o ponto de encontro dos mais de 400 representantes das entidades cooperativas do Sicoob e convidados (sugestão). O espaço apresentará os diferenciais institucionais e tecnológicos do Sistema e também do Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob), provedor de produtos e serviços para cooperativas de crédito do Sistema. Além disso, o evento contará com apresentação do diretor-presidente do Bancoob, Marco Aurélio Almada, que abordará as perspectivas para o futuro do cooperativismo de crédito e do diretor de Operações do Bancoob, Ênio Meinen, que participará do painel que abordará oscenários dos Pequenos Negócios com as Cooperativas de Crédito.

O encontro contará com palestrantes renomados como Charles Gould, diretor Geral da ACI (Aliança Cooperativa Internacional) que realizará palestra magna, na noite de abertura abordando o tema “Como as Cooperativas de Crédito Constroem um Mundo Melhor“ ; Ramón Imperial Zuñiga, presidente da ACI Américas e também diretor Geral da Caja Popular Mexicana - 2ª maior cooperativa de crédito da América Latina, que falará sobre os desafios da gestão cooperativa, abordando o pilar econômico e social e a preocupação com a perpetuidade do empreendimento cooperativo; Walter Longo, conceituado palestrante que irá proferir palestra sobre Gestão e Inovação na realidade corporativa; e Sérgio Odilon dos Anjos, chefe do Departamento de Normas do Sistema Financeiro (Denor) do Banco Central do Brasil, que apresentará a repercussão dos Acordos de Basiléia I e II no Brasil e os novos impactos e desafios do Basil é ia III.

O 9º Concred é o maior e mais importante evento do Cooperativismo de Crédito nacional e este ano traz como tema central “As Cooperativas de Crédito Constroem um Mundo Melhor”. Estarão presentes dirigentes, técnicos, funcionários e associados de cooperativas de crédito, além de lideranças e representantes cooperativistas, pesquisadores, parlamentares, economistas, políticos e empresários.

Video conferências marcam discussões sobre fundo garantidor de crédito único

O Banco Central do Brasil (BC) realizou nos dias 13 e 14 de agosto uma videoconferência com representantes de cooperativas centrais e singulares independentes para avançar no processo de divulgação e debate para a construção do fundo garantidor único do cooperativismo de crédito.

O diretor de Organização do Sistema Financeiro e Controle de Operações do Crédito Rural do BC, Sidney Marques, abriu os debates que também que tiveram a participação do chefe do Departamento de Organização do Sistema Financeiro, Adalberto Gomes da Rocha; do chefe Adjunto do Departamento de Organização do Sistema Financeiro (Deorf), João Luiz Faustino Marques; do assessor sênior do Deorf, Lúcio César de Faria; da consultora do Departamento de Normas, Elvira Cruvinel; e do gerente do Ramo Crédito da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Sílvio Giusti. As discussões contaram com a participação de integrantes das regionais do BC de Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS), Recife (PE), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Distrito Federal (DF).

Marques enfatizou a importância da criação do fundo para o sistema nacional de crédito cooperativo, ressaltando seus objetivos e benefícios, além do momento oportuno e da forma democrática para sua definição. Segundo Giusti, esse é um tema de alta relevância para o ramo crédito e prioritário para o BC. “Estamos trabalhando conjuntamente nesse sentido, mais intensamente desde o final do ano passado, com a coordenação do Conselho Consultivo de Crédito da OCB (Ceco). Esse assunto foi pauta, inclusive, da reunião ordinária do Ceco, em maio deste ano.  

As questões de cunho operacional e estrutural da constituição do fundo ainda passarão por avanços. O BC disponibilizou o endereço This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. para que os interessados possam entrar em contato com o órgão regulador e enviar sugestões e perguntas.

Cooperativismo de crédito ganha publicação durante 9º Concred

O lançamento do livro “O cooperativismo de crédito ontem, hoje e amanhã” de autoria de Ênio Meinen, diretor de Operações do Bancoob, e Márcio Port, presidente da Sicredi Pioneira, ocorrerá amanhã dia 21 de agosto, em Nova Petrópolis (RS), durante a 9ª edição do Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito (Concred). A publicação tem o objetivo de promover a divulgação do cooperativismo de crédito destacando suas qualidades e melhores práticas, além de disseminar ideias que possam contribuir para o desenvolvimento do setor. O livro é direcionado aos especialistas em cooperativista de crédito, universidades, escolas, poder público, entidades representativas e todos os atores que operam no segmento.

De acordo com Ênio, a obra recupera e conta a história do cooperativismo de crédito. “A publicação apresenta um diagnóstico sobre todas as instituições cooperativistas de crédito do país, inclusive as evoluções dos últimos anos”, diz. Além disso, traz uma abordagem sobre os principais modelos de cooperativas de crédito no mundo, mostrando a estrutura, os números e os diferenciais.

Ênio explica ainda que o material traz um plano de ações para o desenvolvimento mais arrojado do setor, com o objetivo de cumprir a meta de alavancar a participação de mercado das cooperativas. “A nossa pretensão é servir de referência estratégica para nossos líderes e, dessa forma, conduzir as ações para o desenvolvimento efetivo do setor”. O livro apresenta ainda reflexões propositivas do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) sobre o futuro do setor cooperativo, demonstrando o potencial de crescimento por meio dos micro e pequenos empreendedores.

Para Márcio, a grande mensagem da obra é que os desafios por dias melhores no cooperativismo de crédito não depende de ações de terceiros. “O setor possui as condições legais e institucionais para superar suas metas e promover o seu desenvolvimento. A “ordem” para uma marcha mais acelerada, portanto, há de partir exclusivamente dos líderes e executivos do próprio movimento”, diz.

O livro será comercializado por R$ 60,00, sendo que durante o Concred os participantes poderão adquiri-lo com 10% de desconto.

JoomShaper