• 0_0_0_Blog_TopoBannerWeb_Efinance2017_1170x300px.jpg
  • 0_0_pmkt_janeiro_1300x495px.jpg
  • 0_1_banner_revisa.jpg
  • 0_2_blog_facaparte.jpg

O Sicoob ES é parceiro da Prefeitura de Vitória no projeto de compartilhamento de bicicletas que começa a funcionar em maio. O Bike Vitória vai ser integrado por 200 bicicletas para aluguel em 20 pontos da cidade. O sistema funcionará todos os dias, das 6 às 23h, para retirada dos veículos, que poderão ser devolvidos em qualquer horário.

As estações do Bike Vitória serão movidas a energia solar, e vão ser instaladas nos eixos Camburi-Praia do Canto e São Pedro-Centro, com dez pontos de aluguel em cada uma. Inicialmente, vão funcionar cinco estações e 50 bicicletas. As demais serão disponibilizadas até julho deste ano.

As bicicletas são de fabricação 100% nacional, pesam em torno de 16 quilos, têm quadro em alumínio, três marchas, selins com altura regulável, guidão emborrachado, acessórios de sinalização e sistema de identificação e trava eletrônica.

Como vai funcionar

Um aplicativo poderá ser baixado pelas pessoas interessadas em usar as bicicletas integradas ao Bike Vitória. Também será possível acessar pela internet o site do projeto, que será lançado até a inauguração.

Após fazer o cadastro, informar os dados do cartão de crédito e realizar o pagamento, o ciclista estará habilitado a usar o sistema. A contratação também poderá ser feita por telefone. Serão disponibilizados três tipos de passe para o aluguel da bicicleta: diário (R$ 5,40), mensal (R$ 10,80) e anual (R$ 67,50).

De segunda-feira a sábado, a pessoa pode alugar a bicicleta e usar até 60 minutos. Depois disso, se quiser usar mais, deve devolver a bicicleta em uma estação, esperar 15 minutos e pegar novamente, sem pagar nada a mais.

Aos domingos e feriados o aluguel também funciona assim, mas os usuários podem ficar com a bicicleta por mais tempo antes de procurar uma estação: 90 minutos.

Segurança e manutenção

Todas as bicicletas do sistema serão monitoradas por uma Central de Atendimento, através de um chip de localização. De acordo com a Samba Transportes Sustentáveis, com o chip é possível detectar movimentos de furto na estação e, através do cadastro prévio feito usuário, a Central pode monitorar eventuais roubos durante a utilização.

A Central também organiza a distribuição das bicicletas e reposição nas estações. Também está prevista a instalação de uma oficina de manutenção na cidade, para a montagem e recuperação dos equipamentos.

Estações já definidas

1. Orla de Camburi, em frente à avenida Adalberto Simão Nader, na Mata da Praia;

2. Orla de Camburi, em frente à rua Aristóbolo Barbosa, em Jardim da Penha (próximo ao Sicoob);

3. Orla de Camburi, em frente à rua Eugenílio Ramos, em Jardim da Penha;

4. Quadra entre as ruas Manoel Gonçalves e João da Cruz, na Praia do Canto (próximo a Unimed);

5. Praça dos Namorados

JoomShaper